Notícias

Leia mais:Coronavírus em SC: Governador Carlos Moisés sinaliza prorrogação de isolamento social no Estado em...

O governador Carlos Moisés sinalizou neste domingo, 29, que deve prorrogar as medidas de isolamento social em Santa Catarina por mais tempo durante uma reunião com os prefeitos das maiores cidades do Estado e os presidentes das 21 Associações de Municípios. De acordo com o chefe do Executivo estadual, a retomada gradual de alguns serviços não essenciais depende da preparação do sistema de saúde para a crise do coronavírus. Essa organização está condicionada à chegada de recursos e EPIs por parte do governo federal, além de equipamentos para leitos de UTI que foram comprados pela Secretaria de Estado da Saúde.

“Todas essas questões nos levam a uma posição muito tranquila de que temos que aguardar um pouco mais para colocar em ação o nosso plano de retomada das atividades econômicas. Precisamos estruturar melhor a nossa rede para que não tenhamos o risco de uma sobrecarga do sistema enquanto os equipamentos ainda estão chegando”, afirmou.

O governador fez ainda uma fala forte em relação à prioridade na preservação da vida em Santa Catarina durante o combate à pandemia da Covid-19.

"Essa decisão está tomada, no sentido de colocar a vida em primeiro lugar em Santa Catarina. Haverá efeitos econômicos muito grandes? Sim, mas o Estado não pode se omitir em um momento como esse. É necessário um esforço extra de cada um para que possamos superar essas dificuldades. Precisamos da união de todos os entes públicos e contamos com o apoio dos prefeitos nesse momento", disse o governador aos prefeitos.

>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

Cuidado com os profissionais de saúde

O secretário de Estado da Saúde, Helton Zeferino, destacou a importância de se manter os profissionais da saúde protegidos durante a pandemia. De acordo com ele, em razão dos problemas logísticos enfrentados pelo Ministério da Saúde para o envio dos EPIs, faz-se necessária a prorrogação da quarentena.

“Não podemos correr o risco de uma abertura sem a garantia do fornecimento de proteção aos profissionais de saúde. Eles precisam estar muito bem equipados. Hoje o nosso estoque operacional ainda não tem capacidade de atender a todos os municípios. Precisamos garantir que todas as regiões de Santa Catarina. Essa é uma questão que nos preocupa”, afirmou Zeferino.

A reunião virtual deste domingo foi mediada pelo chefe da Casa Civil, Douglas Borba. Último a falar, o presidente da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), prefeito Saulo Sperotto, de Caçador, elogiou a atitude do governador de reunir as lideranças dos municípios e ressaltou a necessidade do isolamento social.  “Essa reunião é muito importante. Precisamos sincronizar nossas atitudes e atuar juntos, em busca de um alinhamento. É importante todos os esforços nesse sentido”, disse Sperotto.

Comunicação unificada

Carlos Moisés também fez um apelo para a unificação da comunicação dos entes públicos durante a crise da Covid-19, com a Secretaria Executiva de Comunicação (Secom) à frente do processo. De acordo com o governador, se as informações partirem de um único canal, facilita-se o entendimento das medidas por parte da população. Trata-se de uma estratégia de sucesso em períodos de crise.

Acompanhe as notícias sobre o novo coronavírus

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
Governo de Santa Catarina
Fone: (48) 3665-3022
Site: www.sc.gov.br

Leia mais:Coronavírus em SC: Governador reitera compromisso de frear avanço da doença e retomada gradual da...

No primeiro dia de vigência do decreto que prorroga as medidas de isolamento social em Santa Catarina, o governador Carlos Moisés reforçou que o foco desse esforço é preservar a vida dos catarinenses. Ao mesmo tempo, o Governo do Estado mantém diálogo com os setores produtivos para a retomada planejada, gradual e segura da atividade econômica. Nesta quarta-feira, 25, foram confirmados 122 casos de Covid-19 em SC.

Até o início da semana que vem, conforme o governador devem ser anunciadas a liberação de mais algumas atividades, desde que crescimento do contágio em Santa Catarina esteja dentro do previsto. "Na Europa ocorre o colapso da estrutura de saúde. São números extremamente pesados, e essa pandemia está se seguindo para as Américas. Não podemos imaginar que nosso país vá ser tratado de forma diferente, que não vai chegar aqui. Temos que estar preparados, mitigar os efeitos da crise, sem desprezar ninguém. É dever do Estado e de todos os cidadãos preservar os mais idosos, aqueles que são mais vulneráveis à doença", reforçou Carlos Moisés.

>>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

Nesta quarta-feira, o Governo do Estado autorizou a retomada gradual das obras públicas. "Todos estamos unidos para combater um inimigo que é invisível e, muitas vezes, imperceptível. O momento tem que ser de união. Estamos indo para a segunda semana de isolamento social, mas já negociando com todos os setores, recebendo propostas de como atuar com segurança, analisando e adequando. Vamos caminhar, olhar para frente, e sair desta situação com responsabilidade", destacou.

Ao mesmo tempo, a Secretaria de Estado da Saúde, com apoio do Ministério da Saúde, está reforçando a capacidade de leitos de UTI e equipamentos para lidar com a necessidade de atendimento das próximas semanas. Conforme o secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, estatísticas colhidas com os primeiros casos em Santa Catarina ajudarão a direcionar as ações e investimentos. Ele e o governador reiteraram que as ações e decisões do Governo de Santa Catarina são baseadas nas experiências bem-sucedidas de outros países e nas recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Acompanhe as notícias sobre o novo coronavírus

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações também podem ser acompanhadas por Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado. 

Leia mais:Coronavírus em SC: Governo do Estado confirma 122 casos de Covid-19

Santa Catarina tem 122 casos confirmados do novo coronavírus, conforme boletim de atualização divulgado pelo governador Carlos Moisés em coletiva de imprensa no fim da tarde desta quarta-feira, 25. Há pacientes com diagnóstico positivo para a doença Covid-19 em todas as regiões do estado.

A partir desta quarta-feira, o governador informou que houve uma mudança nos critérios de monitoramento, com os casos passando a ser contabilizados pelo município de residência do paciente e não mais pelo de notificação. O estado tem 325 casos suspeitos da doença. 

Com a nova metodologia, no total, são 28 municípios catarinenses com casos confirmados até o momento, além de cinco casos de residentes em outros estados e três em outros países. Veja abaixo a lista de cidades:

Balneário Arroio do Silva - 1
Balneário Camboriú – 7
Braço do Norte – 9
Camboriú- 2
Blumenau – 9
Canelinha - 1
Chapecó – 2
Criciúma - 11
Florianópolis – 16
Gaspar - 1
Gravatal – 3
Içara - 1
Imbituba – 4
Itajaí - 12
Jaguaruna – 2
Jaraguá do Sul – 2
Laguna - 1
Lages - 1
Joinville – 5
Navegantes – 3
Pomerode – 1
Porto Belo - 2
Rancho Queimado – 2
São José – 5
São Ludgero – 1
São Pedro de Alcântara - 1
Tijucas - 1
Tubarão – 8

Outros estados – 5
Outros países – 3

O governador Carlos Moisés lembrou que o novo decreto com medidas de isolamento social passou a vigorar nesta quarta-feira, 25, e tem validade de sete dias. Segundo ele, as restrições são necessárias para evitar um colapso futuro.  “Nós entendemos que já temos resultados positivos para essa nossa ação, que é de mitigar o desenvolvimento dessa curva de contágio em massa. Queremos evitar que o colapso se instale no sistema de saúde, tanto público quanto privado, e isso nos impeça de atender as pessoas. A nossa decisão tem sido embasada em conceitos técnicos e que nós temos acompanhado no restante do mundo”, afirmou Carlos Moisés.

>>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

O secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, afirmou que, com os 122 casos confirmados, já há uma base de dados mais consistente para análise. Segundo ele, os pacientes com a Covid-19 em Santa Catarina até o momento são 53% mulheres e 47% homens. “Isso nos permite fazer uma análise mais apurada. Já temos a estratificação de gênero e, em breve, faremos também da idade. Assim como em outros países, temos a faixa etária dos idosos como a mais acometida, mas não somente eles que são infectados. Faremos ainda a estratificação por regiões do Estado, para fazer um mapa de calor. Todas as análises para efeito de epidemiologia estão sendo realizadas para que nós possamos planejar as ações que precisam ser adotadas a curto, médio e longo prazo”, afirmou Zeferino.

Acompanhe as notícias sobre o novo coronavírus

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações também podem ser acompanhadas por Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado. 

Sub-categorias

Departamento de Administração Prisional

Rua Fúlvio Aducci, 1214, 6ª andar, Estreito,

Florianópolis - SC - CEP 88.075-000.

Telefone: (48) 3665 7310  - Horário de atendimento das 12:00 às 19:00 horas.

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com