logomarca governo de santa catarina

Notícias

Leia mais:Agentes penitenciários localizam dez celulares no estômago de apenado, em Palhoça

Os agentes penitenciários da Colônia Penal Agrícola de Palhoça apreenderam nesta terça-feira, 15, dez celulares e outros 52 invólucros com um interno que voltava de saída temporária. Os objetos estavam no estômago do apenado. A identificação dos artefatos foi possível porque, ao ingressar na unidade, os agentes do Deap  desconfiaram do comportamento do detento. Ao utilizarem o detector de metais no corpo do interno, o equipamento sinalizou a presença de metal.

Para comprovar que o detento carregava algo metálico no corpo, os agentes submeteram o preso a uma análise mais apurada através do uso de scanner corporal, quando ficou comprovada a existência dos aparelhos e outras substâncias na região do estômago. O preso foi submetido a uma cirurgia, onde foram retirados dez mini telefones celulares e outros 52 invólucros contendo cabo USB, isqueiro, chips de celular, drogas, entre outros objetos.

Leia mais:Presídio Regional de Blumenau reforça monitoramento eletrônico

O Presídio Regional de Blumenau reforçou a segurança da unidade com a conclusão dos trabalhos de instalação de uma rede de vigilância formada 64 câmeras de monitoramento. Localizadas em pontos estratégicos, os equipamentos ampliam o raio de observação e controle da unidade. O secretário de Administração Prisional e Socioeducativo, Leandro Antônio Soares Lima, destaca que o monitoramento também dá transparência para todas as ações internas da unidade.


Os recursos para a aquisição dos equipamentos é resultado de uma parceria da unidade prisional com as quatro empresas que mantêm oficinas de trabalho no presídio, além de recursos próprios usados na manutenção dos 18 equipamentos que já estavam instalados no presídio. “A atividade laboral, além de permitir a reabilitação socioeconômica do interno, porque ele recebe um salário pelo trabalho que realiza, é uma estratégia de segurança prisional”, observa o secretário.

Leia mais:Promotor do MP Catarinense visita Secretaria de Administração Prisional e socioeducativa

O Secretário de Administração Prisional e Socioeducativo, Leandro Antônio Soares Lima, recebeu, nesta quarta-feira (09), a visita do Promotor de Justiça, João Alexandre Massulini Acosta, coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal, do Ministério Público de Santa Catarina. No encontro, Leandro Lima destacou que a parceria com o MP contribui para a construção de um sistema prisional e socioeducativo cada vez mais justo, digno, transparente e que valorize os seus servidores.


O promotor João Alexandre Massulini Acosta também participou de uma reunião de trabalho com os gerentes setoriais do Departamento de Administração Prisional (Deap), para conhecer os projetos e prioridades que estão sendo estabelecidos, sob a coordenação do Diretor do Deap, Deiveison Querino Batista.

Departamento de Administração Prisional

Rua Fúlvio Aducci, 1214, 6ª andar, Estreito,

Florianópolis - SC - CEP 88.075-000.

Telefone: (48) 3665 7310  - Horário de atendimento das 12:00 às 19:00 horas.

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com